X

É hora de causar boa impressão!

O marketing pessoal pode garantir seu futuro. Melhore a autoestima, identifique seus pontos fortes e boa entrevista.

Causar uma boa impressão na entrevista de emprego é tudo que o candidato quer. Mas é possível fazer um bom marketing pessoal sem parecer arrogante ou vaidoso demais? A resposta é sim. O brasileiro ainda quer se mostrar muito humilde em uma entrevista de emprego e acaba perdendo a oportunidade de ressaltar suas competências profissionais e também as de âmbito pessoal, que contam muito.

O bom marketing pessoal não deve ficar apenas nas palavras, mas sim pular para as ações. Não adianta apenas bater no peito falando o quanto é bom e não demostrar. Coachings especializados no assunto aconselham o candidato a fazer uma reflexão, antes da entrevista, para identificar os pontos fortes e fracos. Depois é só listar a melhor forma de expô-los.

Está gostando da leitura? Cadastre seu e-mail e receba mais conteúdo.

Gostou do artigo?

Inscreva-se na nossa newsletter para receber mais informações, dicas e tendências sobre o mercado de trabalho e carreira.

Para não deixar uma má impressão o ideal é não fazer propaganda enganosa porque na hora de desempenhar a função a máscara cai. Falar no que é bom, em tom de cordialidade, é um dever, mas mentir é uma cilada.

As redes sociais também é um ótimo portfólio para os empregadores. Assim que o candidato entra na sala de entrevista seu perfil já foi totalmente checado. Então cuidado com o que você posta, curte e comenta. Se você preferir pode usar dois perfis, um para fins profissionais e outro pessoal.

O marketing pessoal é a construção de um personagem, aquele que vai agir dentro do local de trabalho. No entanto, é necessário manter a naturalidade e não distanciar tanto o personagem do candidato. Atualmente, criatividade é um dos quesitos básicos para qualquer emprego, sendo assim, estimule a sua!

O marketing pessoal vai melhorando com o tempo, é como a construção de uma marca. A cada entrevista um novo ponto é adicionado na lista “o que devo falar e fazer”. Para que tudo saia como o esperado o ideal é se conhecer bem, melhor que o entrevistado. Você já parou para pensar nos seus pontos positivos?

Antes de dar início ao trabalho, pare, pense e identifique seus pontos fortes e fracos. Por que você é o candidato perfeito para a vaga? Mas lembre-se, o bom marketing é feito de forma delicada, sem arrogância ou prepotência.

últimas Postagens

Catho

Catho Online Ltda. CNPJ: 03.753.088/0001-00 Alameda Juari, 262 - Barueri, SP - 06460-090 Política de Privacidade

Gostou do artigo?

Inscreva-se na nossa newsletter para receber mais informações, dicas e tendências sobre o mercado de trabalho e carreira.

Fechar