X

E se o recrutador já fosse seu colega?

É fato, a sensação de ficar frente a frente com o recrutador é sempre muito assustadora, especialmente quando você está há muito tempo fora do mercado ou é recem formado. Mas é possível transformar esse momento tenso em algo bem próximo do confortável e aumentar as chances de passar para a próxima etapa do processo. Quer saber como? O #NaLabuta te conta!

Os profissionais de Recursos Humanos encontram diariamente vários tipos de pessoas nas entrevistas e com sua experiência eles podem detectar facilmente quem seria uma ótima opção para a empresa, quem transmite insegurança nas suas respostas e quem pode falar demais; aspectos que dão algumas pinceladas sobre a personalidade do entrevistado.

Que tal conversar com o recrutador de uma forma mais leve, como se ele já fosse seu colega? É preciso se atentar para não errar na dose de informalidade, mas que seja principalmente o tom certo para que ambos possam se sentir a vontade e deixar a entrevista fluir com naturalidade e muito mais confiança.

Que tal saber mais sobre carreira? Cadastre seu e-mail abaixo e receba a newsletter #NaLabuta.

Gostou do artigo?

Inscreva-se na nossa newsletter para receber mais informações, dicas e tendências sobre o mercado de trabalho e carreira.

Quase sempre a primeira pergunta que os profissionais de RH fazem é: “Me conta um pouco sobre você, da sua experiência… queremos te conhecer melhor”. Este é o momento para quebrar o gelo e dar início a outro tipo de perguntas, por isso é importante que o entrevistado fale com sinceridade, mas mais importante, pensar o que vai falar. Neste quesito os recrutadores buscam extrair dados relevantes sobre o entrevistado, como valores, ideais e hobbies, então, seja natural e tente mostrar sua essência, mas não demais.

Aproveite essa parte da entrevista para se soltar, falar com maior tranquilidade e descontrair (sem falar por muito tempo), mas respondendo tudo que o recrutador solicita com comentários ou outras perguntas.

Fale com o recrutador como se ele fosse seu colega de trabalho. E isso não quer dizer que você vai falar com exageros ou fazer piadas em todo momento, mas falar de maneira que aquela barreira de recrutador e entrevistado desapareça por um momento para tornar esse momento mais descontraído e sincero.

Tentar se ver dentro da empresa é importante para ser auténtico e nao aparentar alguém que você não é, então, comece falando e olhando sempre aos olhos, sorrindo de vez em quando, respondendo calmamente sem parecer que tudo foi planejado e continue a entrevista como um bate-papo. Sua postura corporal é bem importante aqui. Não tente “correto” demais, passando a ideia de inflexível, pois pesquisas indicam que a linguagem corporal representa 80% da comunicação e a voz é apenas 5%; a aparência e o tom de voz constituem os 15% restantes.

Faça perguntas pertinentes e não deixe nada no ar. Depois de ter quebrado o gelo do momento e se sentir mais confortável para falar e responder as perguntas do recrutador, sinta-se a vontade em perguntar coisas específicas, que você reconheça ser importantes para você no ambiente de trabalho, como por exemplo a flexibilidade do horário, o ambiente de trabalho, quem e quantas pessoas compõem a área onde voce iria trabalhar se fosse contratado, plano de carreira, etc. Estas perguntas também vão demostrar o que voce realmente quer e seu posicionamento para comecar a trabalhar completamente satisfeito.

últimas Postagens

Catho

Catho Online Ltda. CNPJ: 03.753.088/0001-00 Alameda Juari, 262 - Barueri, SP - 06460-090 Política de Privacidade

Gostou do artigo?

Inscreva-se na nossa newsletter para receber mais informações, dicas e tendências sobre o mercado de trabalho e carreira.

Fechar