X

Estude! Suas chances no mercado de trabalho serão bem melhores

Você sabe o que é empregabilidade? Não? Sem problemas. Empregabilidade é a capacidade que o profissional tem de se adaptar às novas exigências do mercado de trabalho, de se manter informado sobre as tendências, de dominar novas tecnologias e de desenvolver sua liderança, entre outras.

Em outras palavras, empregabilidade pode ser resumida na qualidade de estar em sintonia com as exigências do mercado, ela é o conjunto de características que faz com que o profissional seja desejado por toda organização.

Agora, você sabia que alguns cursos superiores têm maior empregabilidade do que outros? Pois é isso que o estudo “Perspectivas Radar: Perspectivas Profissionais”, realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), aponta. Para chegar aos resultados, o Ipea pesquisou a taxa de ocupação de várias profissões de nível superior, usando os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) e do Censo Demográfico do IBGE.

Apesar da credibilidade do Ipea, vale aqui uma observação: o grau de empregabilidade envolve diversos fatores, como a competência e o perfil do profissional, a região e o setor da economia no qual ele atua, entre muitos outros. Por essa razão, o estudo serve como um mapa com múltiplas opções. Não o avalie de forma isolada.

Está gostando da leitura? Cadastre seu e-mail e receba mais conteúdo.

Gostou do artigo?

Inscreva-se na nossa newsletter para receber mais informações, dicas e tendências sobre o mercado de trabalho e carreira.

Segundo o estudo, os 10 cursos superiores com maior índice de empregabilidade são:

  1. Medicina – Taxa de ocupação: 97,07%
  2. Odontologia – Taxa de ocupação: 96,22%
  3. Engenharia Civil – Taxa de ocupação: 95,72%
  4. Arquitetura e Urbanismo – Taxa de ocupação: 94,69%
  5. Matemática – Taxa de ocupação: 94,39%
  6. Engenharia Mecânica e Metalúrgica – Taxa de ocupação: 94,36%
  7. Farmácia – Taxa de ocupação: 94,30%
  8. Educação e Formação de Professores – Taxa de ocupação: 94,13%
  9. Computação – Taxa de ocupação: 93,92%
  10. Contabilidade e Atuária – Taxa de ocupação: 93,87%

E se o seu curso não estiver na lista? Calma. Isso não quer dizer que você ficará sem trabalho. Fazer ou ter um curso superior com elevado nível de empregabilidade ajuda quando você deseja seguir carreira na área. O fazer ou ter apenas para ostentar a graduação não adianta muito. Muita gente é formada em uma área que não tem afinidade. Outro tanto de gente quer seguir determinadas carreiras apenas por vaidade ou por imposição da família. Nada disso vale a pena!

Acredite, a frustração causada pela insistência em uma carreira que não é a mais adequada ao seu perfil é terrível. Para evitar o desperdício de esforço, tempo e dinheiro, avalie com cuidado qual é a sua vocação.

Depois de identificá-la, é hora de analisar a empregabilidade das carreiras finalistas. Um bom começo é considerar os seguintes itens:

  • Qual é a demanda do mercado por profissionais na região na qual você vive.
  • Qual é o número de profissionais capacitados para atender a sua região.
  • Qual é a qualificação exigida do profissional.
  • Qual é a experiência do profissional.
  • Quais são os perfis de profissionais desejados pelas empresas.

Com essa “lição de casa” feita, é hora de arregaçar as mangas e estudar!

Clique aqui e veja como impulsionar a sua carreira.

últimas Postagens

Catho

Catho Online Ltda. CNPJ: 03.753.088/0001-00 Alameda Juari, 262 - Barueri, SP - 06460-090 Política de Privacidade

Gostou do artigo?

Inscreva-se na nossa newsletter para receber mais informações, dicas e tendências sobre o mercado de trabalho e carreira.

Fechar