X

Lista de demissão? Sua postura pode te ajudar a sair dela!

Os rumores de que a lista de demissão está a solta pela empresa aumentam a cada dia e os colegas já estão em polvorosa só de pensar que correm o risco de estar nela. Esse cenário produz uma situação cada vez mais achatante, e leva à reflexão sobre qual comportamento é necessário assumir para não entrar na onda de pessimismo e o pior, chegar à redução da produtividade que pode afetar ainda mais a crise.

Oxigenação! Essa palavra pode te manter bem longe da black list. Especialistas apontam que a globalização, a constante evolução de tecnologias e a invasão de produtos estrangeiros no país tem pressionado a mudança da cultura estratégica de crescimento das empresas. A grande maioria delas tem abolido a ideia de investir na capacitação e renovação de conhecimento dos colaboradores, preferindo buscar  a oxigenação através da troca do quadro de colaboradores, que além de trazer profissionais novos e dispostos a dar mais de si, pode economizar com salários mais enxutos.

E se a oxigenação vier de você? De maneira que sua postura seja encarada pelo gestor como um ‘plus’ e não como fardo para administrar. Daí evitar a reclamação e se atentar para seu trabalho e as situações em que é possível contribuir com alguma habilidade específica é o jeito certo de ‘sair bonito na foto’ e ser considerado como peça chave para enfrentar a tempestade.

Que tal saber mais sobre carreira? Cadastre seu e-mail abaixo e receba a newsletter #NaLabuta.

Gostou do artigo?

Inscreva-se na nossa newsletter para receber mais informações, dicas e tendências sobre o mercado de trabalho e carreira.

A postura anti black list vai muito além da boa vontade, mas também a maneira como vai reagir à cobrança e o estresse que a acompanha. Nada de ficar apático, sem motivação. Que tal aceitar desafios ou mesmo mergulhar em um projeto que pode ajudar a empresa a sair da crise?

Evite se envolver nos comentários dos bastidores e se contaminar pelo clima de pessimismo gerado por conta dos rumores. Seja resiliente! Busque a motivação extra que necessita longe do burburinho dos corredores.

Aprenda a fazer mais com menos e abandone a cultura de que é preciso equipes grandes para desenvolver um bom trabalho. Em momentos de revisão da estrutura da empresa, quem mostrar capacidade de realocar ou distribuir melhor os recursos serão os mais indicados para continuar.
No entanto, não adianta estar aberto a mudanças, mas não contar isso a ninguém. Muitas pessoas fazem pouco para mostrar que querem desafios e a melhor maneira é verificar em você mesmo quais as oportunidades de começar novos projetos na sua área ou em outra da empresa.

Considere a possibilidade do plano B! É claro que o melhor a se fazer antes de se entregar ou dar-se por vencido em relação à manter seu trabalho, é lutar sempre e estar à disposição da empresa. Mas em caso de transparência total de que o momento da empresa é realmente crítico, não se prenda. Comece a reestruturar seu financeiro e prepare-se para buscar uma nova colocação, mesmo ainda empregado.

Lembre-se: o fato de você possuir um dos salários mais baixos ou estar entre os colaboradores mais antigos da empresa não vão te salvar da reestruturação do quadro de funcionários. Esteja alerta o tempo todo ao seu comportamento, o que vem falando e demonstrando para colegas e gestores.

 

últimas Postagens

Catho

Catho Online Ltda. CNPJ: 03.753.088/0001-00 Alameda Juari, 262 - Barueri, SP - 06460-090 Política de Privacidade

Gostou do artigo?

Inscreva-se na nossa newsletter para receber mais informações, dicas e tendências sobre o mercado de trabalho e carreira.

Fechar